Voltar ao topo.Ver em Libras.

Como sobreviver à explosão da nuvem em 2020?

« Última» Primeira🛈
ImprimirReportar erroTags:prevê, usam, procure, outro, lugar, mudanças, nas e tecnologia501 palavras8 min. para ler
Como sobreviver à explosão da nuvem em 2020?Ver imagem ampliada
Prevê-se que o mercado de serviços em nuvem pública atinja US$ 331,2 bilhões em 2022. Se você estiver acompanhando, isso tornaria o setor de serviços em nuvem três vezes maior que os serviços de TI como um todo, segundo um novo estudo da Seen by Indeed. O relatório também relata que entre outubro de 2015 e outubro de 2019, o número de trabalhos envolvendo cloud computing aumentou 55%.

Embora isso pareça uma boa notícia para os profissionais especializados em nuvem, há desvantagens no crescimento explosivo que as empresas e os que gerenciam a sua própria carreira geralmente não consideram. Como alguém que viveu muitas explosões no mercado, tenho alguns conselhos:
Cuidado com as contratações

As empresas em pânico para contratar profissionais de cloud computing podem superestimar o número de funcionários de que precisam. Por exemplo, pode levar 500 desenvolvedores e arquitetos da AWS para migrar cargas de trabalho para a nuvem, mas, depois disso, eles ainda são necessários? Alguns podem ser transferidos para cloudops, mas a falta de demanda interna significa que profissionais que custam centenas de milhares de dólares agora precisam ser demitidos. Em vez de trabalhar com efetivos, considere os contratados temporários. Eles geralmente custam mais, mas esperam que o seu trabalho termine em algum momento, diferente da maioria dos funcionários.

O fim da resistência: 2020 será o ano da migração para a nuvem

Os profissionais especializados em nuvem precisam estar cientes disso também. Você precisa fazer perguntas sobre o que ocorre quando a migração termina. Se a empresa não apresentar um plano sólido na sua frente, desconfie do seu futuro lá. Bons projetos de migração em nuvem vêm com um plano para empregar a maioria dos profissionais nos novos modelos operacionais. Na falta disso, procure outro lugar para trabalhar.

Cuidado com as mudanças nas soluções de tecnologia em nuvem. A popularidade do multicloud mudou o mix de competências exigido na maioria das empresas que usam a computação em nuvem pública. Muitos iniciaram o caminho na AWS, Azure ou Google Cloud sozinhos, mas agora há provavelmente uma mistura de duas ou três das nuvens públicas mais populares.

As empresas que empregam profissionais de nuvem e elas mesmas precisam estar cientes de que a demanda por habilidades específicas provavelmente mudará bastante nos próximos cinco anos. Não apenas a maioria das empresas está migrando de uma única solução de nuvem pública para várias, mas também há uma necessidade crescente de arquitetos que entendam como configurar o multicloud.

Não há respostas fáceis

Os profissionais de nuvem precisam se qualificar conforme as tecnologias mudam, mas se fizerem demais, podem correr o risco de não serem especialistas em determinadas soluções. As empresas, por sua vez, também perceberão um custo mais alto na adaptação da computação em nuvem heterogênea e homogênea. O Multicloud é mais caro, sem considerar os benefícios.

É um bom momento para trabalhar no setor de cloud computing, mas esteja ciente dos riscos a longo prazo.



*David S. Linthicum é diretor de estratégia de cloud da Deloitte Consulting e especialista em indústria e líder de pensamento reconhecido internacionalmente

Fonte:https://cio.com.br/como-sobreviver-a-explosao-da-nuvem-em-2020/