Voltar ao topo.Ver em Libras.

Mais de 41% da população mundial teme avanços da inteligência artificial#

« Última» Primeira🛈
ImprimirReportar erroTags:quarta, risco, acelerar, esperamos, industrial, revolução, foco e área374 palavras6 min. para ler
Mais de 41% da população mundial teme avanços da inteligência artificialVer imagem ampliada
De acordo com uma pesquisa publicada pelo World Economic Forum, parte da população mundial está preocupada com os avanços da inteligência artificial. Para o estudo, foram entrevistadas mais de 20 mil pessoas em 27 países.

Segundo os resultados, 41% dos participantes afirmaram ter receio sobre as aplicações da IA. Quando questionados se o uso da tecnologia deveria ser regulamentado de forma mais rigorosa, 48% disseram concordar.

Apesar dos receios, a maior parte da sociedade acredita no potencial da inteligência artificial. Somente 19% dos entrevistados defenderam o total banimento da tecnologia.

"A inteligência artificial é uma das ferramentas mais poderosas que temos como sociedade", disse Kay Firth-Butterfield, chefe de Inteligência Artificial e do World Economic Forum. "Mas, sem uma estrutura de governança para fornecer as grades de proteção de como interagimos com isso, corremos o risco de deixar grandes partes da população para trás. Desenvolver essas diretrizes é nossa área de foco para a Quarta Revolução Industrial. Esperamos acelerar a adoção dessa tecnologia para maximizar seus benefícios, minimizando os riscos”, completou.

Uma constatação importante da pesquisa foi que as atitudes em relação à IA variam pouco de acordo com sexo, idade, renda ou grau de instrução. Enquanto 39% dos homens afirmaram sentir preocupação com a inteligência artificial, 44% das mulheres tiveram a mesma opinião. Além disso, os entrevistados com idade inferior a 35 anos se mostraram menos propensos a concordar com a restrição e regulamentação de uso da IA, mas sem grandes variações.

O mesmo foi observado quando comparado o grau de instrução. Pessoas com níveis mais baixos de escolaridade têm o mesmo receio sobre o uso da IA no geral (42% contra 41% para pessoas de nível médio e superior). Sobre restrição de uso, os resultados foram de 41% vs. 40% e 39 %, respectivamente; e a favor da regulamentação de 48% vs. 49% e 49%.

Como pode ser observado, as opiniões sobre a tecnologia ainda são bastante divididas. Em partes, isso se deve aos receios a longo prazo sobre a substituição do homem pela máquina. Vale destacar, no entanto, que especialistas de todo o mundo têm apontado para o cenário oposto: Nos próximos anos, deverá ser construído um ambiente de cooperação entre pessoas e IA, com a eliminação de funções repetitivas e a criação de cargos que permitam um maior envolvimento com as diferentes atividades do dia a dia.

Fonte:https://cio.com.br/mais-de-41-da-populacao-mundial-teme-avancos-da-inteligencia-artificial/