Voltar ao topo.Ver em Libras.

Time-as-a-Service: Como o tempo está revolucionando os negócios?#

« Última» Primeira🛈
ImprimirReportar erroTags:mudar, solicitadas, afetar, possa, decisão, chegar, utilizou e automatizado973 palavras15 min. para ler
Time-as-a-Service: Como o tempo está revolucionando os negócios?Ver imagem ampliada
"Não há relógio na floresta." A repreensão de Orlando a Rosalind em As You Like It, de William Shakespeare, indica à jovem que os moradores da floresta, entre os quais se vê, percebem o tempo de forma diferente de seus colegas da corte, para quem constitui um marco regulatório estrito.

As palavras de Orlando continuam a soar verdadeiras hoje. Nossas vidas são silenciosamente governadas por uma consciência implícita da passagem do tempo, muitas vezes até o minuto ou até o segundo. Sabemos quando precisamos sair de casa para pegar o trem que nos leva ao trabalho na hora certa e por quanto tempo precisamos manter um saquinho de chá na xícara para obter exatamente o sabor certo. Todos nós mantemos relógios internos que nos mantêm, mais ou menos, no lugar certo, fazendo as coisas certas no momento certo.

Infelizmente, o mesmo não pode ser dito para os computadores, cujos relógios internos muitas vezes podem ser imprecisos em relação à sua velocidade de execução, o que pode tornar muito difícil descobrir se eles fizeram as coisas certas no momento certo.

O desalinhamento dos relógios dos computadores é uma questão importante e crescente em vários setores, incluindo serviços financeiros, radiodifusão e indústria de apostas, onde muitos processos rotineiros são automatizados em sistemas distribuídos, e grandes números de transações ocorrem em intervalos muito curtos. Se os computadores que executam esses processos não estiverem sintonizados, a nível de milésimos de segundo, pode ser extremamente difícil determinar a ordem em que os eventos ocorreram e estabelecer seus relacionamentos causais.

Tome a troca de moeda; se o computador A trocar com o computador B e o relógio do computador A tiver deslocado um microssegundo mais rápido, com o computador B sendo um microssegundo lento e o processo demorar um microssegundo para concluir, o registro de carimbo de data e hora para toda a transação mostrará o computador B atuando antes do computador A quando o inverso era verdadeiro.

Pode parecer insignificante, mas quando computadores com relógios desalinhados estão executando milhões de negociações automatizadas entre si todos os dias, não é difícil ver como os registros de transação podem se tornar caóticos. Se o computador A pertencer ao banco A e o computador B pertencer ao banco B, as organizações poderiam discordar sobre quando ocorreram negócios, se foram executados corretamente e até mesmo se aconteceram.

Essa é uma questão tanto para os clientes das empresas que operam esses sistemas quanto para os órgãos reguladores que supervisionam o setor. Sem a capacidade de verificar a ordem em que as transações ocorrem, é impossível estabelecer responsabilidade.

Por essa razão, os reguladores financeiros nos EUA e na UE introduziram o CAT e o MiFID II, respectivamente, para garantir que as transações sejam registradas em uma sequência coerente com registros de data e hora rastreáveis. Essas regulamentações exigem que os participantes do mercado sincronizem os relógios em seus servidores de negociação com tempo universal para um nível de precisão que dará a cada computador um único registro de data e hora, para que os processos possam ser reconstruídos com precisão após um evento dos registros da máquina.

De maneira mais ampla, na UE, o GDPR significa que as empresas devem poder justificar por que possuem dados pessoais de qualquer indivíduo e, se solicitadas, explicar como um sistema automatizado utilizou os dados para chegar a uma decisão que possa afetar o indivíduo em questão. Sem logs de transações com registro de data e hora confiáveis, a recuperação dessas informações pode ser uma tarefa difícil e cara.

Então, como as organizações podem garantir que seus sistemas de computador sejam sincronizados com um tempo rastreável? Uma solução interna é uma opção, mas pode ser proibitivamente cara para muitas empresas: a sincronização rastreável requer três relógios grandmaster ou uma conexão resiliente a uma fonte UTC principal (nenhuma das quais é barata ou fácil de implementar e manter) em todos os locais onde os servidores precisam ser sincronizados.

Uma alternativa econômica para instalar relógios em todos os lugares é conectar-se a um feed de temporização de nuvem rastreável. Ao vincular os clocks grandmaster a várias origens UTC principais em um hub de sincronização, os provedores de sincronização de nuvem podem distribuir o tempo altamente preciso aos servidores em qualquer data center no mundo por meio de cabos de fibra de baixa latência. Este serviço garante conformidade com CAT, MiFID II e GDPR sem a necessidade de instalar hardware de temporização adicional.

O software de sincronização ajusta o relógio no servidor para corresponder ao horário, mede a latência interna e cria registros de tempo, que são armazenados na nuvem. O serviço trata os problemas dentro de cada máquina de forma independente, em vez de assumir que o tempo permanecerá exato, independentemente da carga de trabalho que a máquina estiver executando. Os requisitos de manutenção são mínimos, pois os provedores executam todo o processo como um serviço gerenciado.

Ao possibilitar claramente estabelecer relações causais entre eventos a partir de registros de transações dentro de uma infraestrutura nova e mínima, o TTaaS permite que as empresas cumpram regulamentos e extraiam percepções significativas de latência dos registros operacionais.

Para empresas de serviços financeiros, isso pode significar algoritmos de ajuste fino para garantir uma atividade comercial mais lucrativa. Em outros lugares, à medida que as emissoras iniciam a transição para a distribuição de protocolos pela Internet, onde garantir um tempo preciso e rastreável globalmente será essencial, o TTaaS fornecerá uma maneira econômica e confiável de garantir a sincronização sincronizada de feeds de transmissão em todo o mundo.

As dificuldades e despesas de implementar soluções de sincronização de tempo no local provaram ser uma barreira à adoção generalizada até o momento. No entanto, com o TTaaS emergindo como uma alternativa de hardware de baixa manutenção, custo-benefício, resiliente e compatível, parece que os tempos estão definidos para mudar para empresas em todo o mundo.

Fonte:https://cio.com.br/time-as-a-service-como-o-tempo-esta-revolucionando-os-negocios/