Obs.: você está visualizando a versão para impressão desta página.
Voltar ao topoVer em Libras

Geral - Microsoft confirma fim do Windows Phone para dezembro de 2019#

🔀
ImprimirReportar erroTags:windows, suporte, microsoft, mobile, phone, lumia e dispositivos249 palavras2 min. para ler
Além do Windows 7, outro produto da Microsoft deixará de receber suporte em breve. Trata-se do Windows Phone, ou Windows 10 Mobile, a aposta da empresa para o mercado de telefones celulares que não deu muito certo. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (18), em um post no blog da companhia.

O fim do suporte à plataforma móvel está marcado para o dia 10 de dezembro deste ano. Isso significa que, a partir dessa data, todos os aparelhos que rodam o sistema operacional deixarão de receber novas atualizações de segurança, correção de bugs e updates críticos para o funcionamento do software.

A Microsoft também confirmou que o Windows Phone não contará com nenhum suporte estendido. Essa prática acontece no Windows para computadores, em que versões mais antigas podem continuar recebendo patches de emergência, desde que o usuário pague por eles. Logo, é de se esperar que a empresa não faça nenhum investimento na área mobile por um bom tempo.

Obviamente, os dispositivos com Windows Phone continuarão funcionando, porém a Microsoft faz diversas recomendações de precaução para usuários consumidores e corporativos - desde migrar para um Android ou iPhone até realizar o backup de dados importantes armazenados no aparelho. Também sugere aos desenvolvedores que trabalham com a plataforma que encerrem o suporte aos apps.

Ao todo, são 16 dispositivos com Windows 10 Mobile que não receberão mais updates, sendo que três deles (Lumia 640, Lumia 640XL e MouseComputer MADOSMA Q501) perderão o suporte já em julho de 2019. A lista completa está disponível no site da Microsoft.

Fonte:https://pcworld.com.br/microsoft-confirma-fim-do-windows-phone-para-dezembro-de-2019/
Controle sua privacidade:

Este site usa cookies para melhorar a navegação.
Termos legais e privacidadeOpt-out